História e Património das "Terras de Algodres"
(concelho de Fornos de Algodres)
ed. Nuno Soares
Contacto: algodrense(at)sapo.pt
Segunda-feira, 9 de Maio de 2005
BIBLIOGRAFIA (S-Z) (em actualização)

 

 

BIBLIOGRAFIA  (A-F)

 

BIBLIOGRAFIA  (G-R)

 

  

SÁ, Isabel dos Guimarães, (1998),

“Práticas de caridade e salvação da alma nas Misericórdias metropolitanas e ultramarinas (séculos XVI-XVIII): algumas metáforas”, Oceanos, n. 35.  Lisboa, Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, pp. 42-50.

 

SÁ, Isabel dos Guimarães, (2001),

As Misericórdias portuguesas de D. Manuel I a Pombal, Lisboa, Livros Horizonte.  

 

SANTOS, Vera, (2013),

"Intervenção arqueológica no Alto do Calvário, Miranda do Corvo: a necrópole rupestre", Medievalista [em linha], nº14, Lisboa, Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa,  [Consultado 21-08-2013], Disponível aqui
 

SARAIVA, José Hermano, (1994),

Vida ignorada de Camões: uma história que o tempo censurou, Mem Martins, Publicações Europa-América, 3a. ed., revista e acrescentada.

 

SARAIVA, José Hermano, (2007),

Álbum de memórias, vol. 6 (“6ª. Década (Anos 70) – II parte: O Tempo da Revolução”), Lisboa, O SOL é Essencial, S.A., pp. 89-90.

 

SERRÃO, Vítor, (1998),

“Sobre a iconografia da Mater Omnium: a pintura de intuitos assistenciais nas Misericórdias durante o século XVI”, Oceanos, n. 35.  Lisboa, Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, pp. 134-144.

 

SILVA, Ana Raquel, (1999),

“A ocupação medieval do Castro de Santiago”, Trabalhos de Arqueologia da EAM, 5, Lisboa, Edições Colibri, pp. 83-89.

 

SILVA, José Justino de Andrade e, (1857),

Collecção chronologica da legislação portugueza  -  segunda serie (conclusão) 1675 – 1683 e supplemento á segunda serie 1641 – 1683, Lisboa, Imprensa de F. X. de Souza.

 

SILVA, José Justino de Andrade e, (1859),

Collecção chronologica da legislação portugueza  -  1683 – 1700, Lisboa, Imprensa Nacional.

 

SIMÕES, J. M. dos Santos, (1990),

Azulejaria em Portugal nos séculos XV e XVI – introdução geral, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 2ª. edição.

 

SOARES, Alexandra e CARDOSO, Hugo, (2001),

Intervenção arqueológica de emergência em Algodres (concelho de Fornos de Algodres), s/l, s/e, (relatório preliminar de trabalhos arqueológicos, 49 pp.).

 

SOARES, Alexandra e CARDOSO, Hugo, (2003),

“Intervenção arqueológica de emergência em Algodres (concelho de Fornos de Algodres) – resultados preliminares”, Actas do Quarto Encontro de Arqueologia Urbana, Amadora, Câmara Municipal da Amadora / Museu Municipal de Arqueologia da Amadora / ARQA - Associação de Arqueologia da Amadora, pp.163 – 169.

 

SOARES, Alexandra e CARDOSO, Hugo, (s/d)   (c. de 2003),

Intervenção arqueológica de emergência em Algodres (concelho de Fornos de Algodres), s/l, s/e, (relatório final de trabalhos arqueológicos, 92 pp.).

 

SOARES, Nuno, (2005),

“Algodres – Uma aldeia com História”, Boletim Cultural do Inatel - Guarda, 12 (Maio de 2005), Guarda, Delegação do INATEL - Guarda, pp. 58-60  (texto republicado em MELO, 2007, pp. 12-13, por iniciativa do coord. da publicação).

 

SOUSA, D. António Caetano de, (1739),

Provas da historia genealogica da casa real portuguesa …, tomo I, Lisboa, Officina Sylviana.

 

SOUSA, Ivo Carneiro de, (1998),

“Da fundação e da originalidade das Misericórdias portuguesas (1498-1500)”, Oceanos, n. 35.  Lisboa, Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, pp. 24-39.

 

SOUSA, João Silva de, (2005),

Senhorias laicas beirãs no século XV, Lisboa, Livros Horizonte.

 

SOUSA, Júlio Rocha e, (1998),

Pelourinhos do distrito da Guarda, Viseu, ed. do Autor, pp. 33 – 38  (Algodres: p. 33).

 

TAVARES, António Luís Marques, (1999),

Sepulturas escavadas na rocha no concelho de Mangualde, Mangualde, Associação Cultural Azurara da Beira – ACAB.

 

TAVARES, António Luís Marques, (2007),

Sepulturas escavadas na rocha das freguesias de Cunha Baixa e Espinho : contributos para a história da Alta Idade Média numa micro-região, Mangualde, Grupo Cultural e Recreativo de Santo Amaro de Azurara.

 

TAVARES, António [Luís Marques], (2011),

“Duas estelas funerárias em Abrunhosa do Mato, Mangualde”, Beira Alta, vol. LXX, Viseu, Assembleia Distrital de Viseu, pp.159-172.

 

TENTE, Catarina, (2007a),

A ocupação alto-medieval da encosta noroeste da Serra da Estrela, Lisboa, Instituto Português de Arqueologia.

 

TENTE, Catarina, (2007b),

“Lagares, lagaretas ou lagariças rupestres da vertente noroeste da Serra da Estrela”, Revista Portuguesa de Arqueologia, vol. 10, nº. 1, Lisboa, Instituto Português de Arqueologia, pp. 345-366.

 

TENTE, Catarina, (2007c),

“Comunidades medievais cristãs do Alto Mondego: projecto de estudo das estratégias de ocupação do território”, Promontoria, nº. 5, Faro, Universidade do Algarve, pp. 245-269

(Algodres: pp. 254 e 266).

 

TENTE, Catarina, (2009a),

“Dos “bárbaros” ao Reino de Portugal : o território de Celorico da Beira nos séculos V a XII”, Celorico da Beira através da História, s/l, Câmara Municipal de Celorico da Beira, pp.53-66.

 

TENTE, Catarina, (2009b),

“Viver em autarcia. A organização do território do alto Mondego (Portugal) entre os séculos V a X”, ¿Tiempos oscuros? Territorios y sociedades en el centro de la Península Ibérica (siglos VII y X), Madrid, Sílex Ediciones, pp. 137-157.

 

TENTE, Catarina, (2010),

Arqueologia medieval cristã no Alto Mondego: ocupação e exploração do território nos séculos V a XI, Dissertação de Doutoramento em História, especialidade de Arqueologia, apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Lisboa  (policopiado, 574 pp.)

(Algodres: pp. 343-351 e 363-449).

 

TENTE, Catarina, (2011),

“The establishment of radiocarbon chronologies for early medieval sites: a case study from the Upper Mondego Valley (Guarda, Portugal)”, Munibe Antropologia – Arkeologia, nº. 62, San Sebastián, Sociedad de Ciencias Aranzadi, pp. 461 – 468.

 

TENTE, Catarina, (2012),

“Settlement and society in the Upper Mondego Basin (Centre of Portugal) between the 5th and the 11th centuries”, Archeologia Medievale, vol. XXXIX, Firenze, Edizioni All’ Insegna del Giglio, pp.385 - 398.

  

VALERA, António Carlos, (1990),

Sepulturas escavadas na rocha do concelho de Fornos de Algodres, Fornos de Algodres, GAFAL – Gabinete de Arqueologia de Fornos de Algodres.

 

VALERA, António Carlos, (1993),

Património arqueológico do concelho de Fornos de Algodres : 1ª. fase da carta e roteiro, Lisboa, Associação de Promoção Social, Cultural e Desportiva de Fornos de Algodres.

 

VALERA, António Carlos, (1997),

O Castro de Santiago (Fornos de Algodres, Guarda): aspectos da calcolitização da bacia do alto Mondego.  Lisboa, Câmara Municipal de Fornos de Algodres.

 

VALERA, António Carlos, (2000a),

I intervenção arqueológica de emergência na praça de Algodres – Dezembro de 1999, Fornos de Algodres, GAFAL – Gabinete de Arqueologia de Fornos de Algodres, (relatório final de trabalhos arqueológicos, 14 pp.).

 

VALERA, António Carlos, (2000b),

“O património arqueológico do concelho de Fornos de Algodres: investigação, valorização e divulgação (1987-1998)”, Beira Interior – História e Património (Actas das I Jornadas de Património da Beira Interior), Guarda, pp. 343-349.

 

VALERA, António Carlos, (2002-2003),

“Problemas da neolitização na bacia interior do Mondego a propósito de um novo contexto: a Quinta da Assentada, Fornos de Algodres”, Estudos Pré-Históricos, vol. X-XI, Viseu, Centro de Estudos Pré-Históricos da Beira Alta, pp. 5 - 29.

 

VALERA, António Carlos, (2003),

“A neolitização na bacia interior do Mondego: um ponto de situação”, Arqueologia & História, vol. 55, Lisboa, Associação dos Arqueólogos Portugueses, pp. 43-53.

 

VALERA, António Carlos, (2005),

“Património histórico-arqueológico de Fornos de Algodres”, Boletim Cultural do Inatel - Guarda, 12 (Maio de 2005), Guarda, Delegação do INATEL - Guarda, pp. 61-63.

 

VALERA, António Carlos, (2006a),

Calcolítico e transição para a Idade do Bronze na bacia do alto Mondego: estruturação e dinâmica de uma rede local de povoamento, 2 vols., Dissertação de Doutoramento em Pré-História e Arqueologia apresentada à Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Porto (policopiado, 1026 pp.).

 

VALERA, António Carlos, (2006b),

Do Neolítico Inicial ao Final da Idade do Bronze no Interior Centro de Portugal, Tomar, CEIPHAR – Centro Europeu de Investigação da Pré-História do Alto Ribatejo (série Arkeos, nº. 21).

 

VALERA, António Carlos, (2007),

Dinâmicas locais de identidade: estruturação de um espaço de tradição no 3º milénio AC (Fornos de Algodres, Guarda), s/l, Município de Fornos de Algodres / Terras de Algodres – Associação de Promoção do Património de Fornos de Algodres.

 

VALERA, António Carlos e ESTEVINHA, Isabel Alves, (1989),

Castro de Santiago (Figueiró da Granja) Fornos de Algôdres - Contribuições para o estudo da Pré-história recente da bacia do médio e alto Mondego, Fornos de Algodres, GAFAL – Gabinete de Arqueologia de Fornos de Algodres.

 

VARELLA, Luís Soveral, (2012),

Os Soveral da Beira : de Algodres a Sernancelhe, Viseu, Canas de Senhorim e Oliveira do Conde, Porto, Instituto de Genealogia e Heráldica da Universidade Lusófona do Porto.

 

VASCONCELOS, José Leite de, (1927),

De terra em terra : excursões arqueológico-etnográficas através de Portugal : norte, centro e sul, vol. 1, Lisboa, Imprensa Nacional.

 

VILHENA, João  e  VILHENA, Joana, (2002),

“Capela de Nossa Senhora do Campo”, Inventário do Património Arquitectónico .

 

 

VITERBO, Fr. Joaquim de Santa Rosa de, (1865),

Elucidario das palavras, termos e frases que em Portugal antigamente se usaram …, Lisboa, Editor A. J. Fernandes Lopes, 2a. ed.  (2 tomos).

 

 

 

 

CARTOGRAFIA

 

 

Carta Geológica de Portugal (escala 1:50000), Folha 17-B, Lisboa, Serviços Geológicos de Portugal, 1990.

 

Carta Militar de Portugal (escala 1:25000), Série M888, Folha 180 (“Aldeia Nova (Trancoso)”), Lisboa, Instituto Geográfico do Exército, 1998.

 

Carta Militar de Portugal (escala 1:25000), Série M888, Folha 191 (“Celorico da Beira”), Lisboa, Instituto Geográfico do Exército, 1999.

 

 

 



publicado por algodrense às 06:15
link desta entrada | comentar | favorito

pesquisar
 
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


entradas recentes

...

Sobral Pichorro e Fuínhas...

...

Freguesia de Muxagata no ...

...

Freguesia de Maceira no C...

...

...

Freguesia de Fornos de Al...

...

links
temas

abreviaturas

algodres

alminhas

bibliografia (a - f)

bibliografia (g - r)

bibliografia (s - z)

bibliografia algodrense

capelas

casal do monte

casal vasco

castro de santiago

cortiçô

crime e castigo

documentos

estatuto editorial

estelas discóides

figueiró da granja

fornos de algodres

fortificações

fraga da pena

fuínhas

heráldica

humor

índice

infias

invasões francesas

juncais

leituras na rede

lendas e tradições

maceira

marcas mágico-religiosas

matança

migração do blog

mons. pinheiro marques

muxagata

notícias de outros tempos

personalidades

pesos e medidas

publicações recentes

queiriz

quinta da assentada

ramirão

rancozinho

sepulturas escavadas na rocha

sobral pichorro

toponímia

vias romanas

vila chã

todas as tags

arquivos

Agosto 2015

Julho 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Março 2013

Maio 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

blogs SAPO
mais sobre mim
subscrever feeds
Redes

Academia

Facebook

LinkedIn